Kits Visuais

KITREFILTIPORANGEANÁLISEMÉTODO
K-6210R-6201CHEMets0-1 e 1-10 ppmComparação VisualFenantrolina (Ferro Total e Ferroso)
K-6210DR-6201DCHEMets0-30 e 30-300 ppmComparação VisualFenantrolina (Ferro Total e Ferroso)
K-6010R-6001CHEMets0-1 e 1-10 ppmComparação VisualFenantrolina (Ferro Total e Solúvel)
K-6010AR-6001AVacuettes00-60 e 60-600 ppmComparação VisualFenantrolina (Ferro Total e Solúvel)
K-6010BR-6001BVacuettes0-120 e 120-1200 ppmComparação VisualFenantrolina (Ferro Total e Solúvel)
K-6010CR-6001CVacuettes0-1200 e 1200-12000 ppmComparação VisualFenantrolina (Ferro Total e Solúvel)
K-6010DR-6001DVacuettes00-30 e 30-300 ppmComparação VisualFenantrolina (Ferro Total e Solúvel)
K-6002R-6002CHEMets000-100 e 100-1000 mg / LComparação VisualTiocianato Férrico (Ferro em Salmoura)

Kits Fotométricos

KITTIPORANGEANÁLISEMÉTODO
K-6023Vacu-vials0.10-2.50 ppmFotométricaPDTS (Ferro Total)
K-6203Vacu-vials0.20-6.00 ppmFotométricaFenantrolina (Ferro Total e Ferroso)
K-6003Vacu-vials0.20-6.00 ppmFotométricaFenantrolina (Ferro Total e Solúvel)

Ferro (total e solúvel)

Método: Fenantrolina (total e solúvel)

Referências: APHA Standard Methods, 21st ed., Method 3500-Fe B (2005). ASTM D 1068-77, Iron in Water, Test Method A. “The Absorptiometric Determination of Iron in Boiler Feed-water”, Analyst, vol. 89, p. 442 (1964).

Na química da fenantrolina o ferro solúvel reage com a 1,10-fenantrolina para formar um complexo alaranjado de intensidade de cor em proporção direta com a concentração de ferro. O ferro total é determinado adicionando-se uma mistura de ácido tioglicólico e amônia à amostra, que reduz o ferro presente no estado férrico ao estado ferroso. A formulação dos reagentes minimiza a interferência de vários metais. Os resultados são expressos em ppm (mg/l) de Fe. Certas formas de Ferro muito insolúveis (magnetita, ferrita) requerem um processo de digestão prévia da amostra em substituição ao procedimento descrito para o ferro total.

 

Método: PDTS (total)
Referências: G. Frederick Smith Chemical Co., The Iron Reagents, 3rd ed., p. 47 (1980). J.A. Tetlow e A.L. Wilson, “The Absorptiometric Determination of Iron in Boiler Feed-water”, Analyst, vol. 89, p. 442 (1964).

Neste método o ferro total é determinado a partir da adição de ácido tioglicólico para dissolver o ferro particulado e reduzir o ferro do estado férrico ao estado ferroso. O ferro ferroso reage com o PDTS (3-(2-piridil)-5,6-bis(ácido 4-fenilsulfonico)-(1,2,4-triazina sal dissódico), em solução acidificada, para formar um complexo violáceo cuja intensidade de cor está em proporção direta com a concentração de ferro na amostra. Resultados são expressos em ppm (mg/l) Fe. Certas formas de Ferro muito insolúveis (magnetita, ferrita) requerem um processo de digestão em substituição ao procedimento descrito para o ferro total.

 

Método: Tiocianato férrico
Referências: D.F. Boltz e J.A. Howell, eds., Colorimetric Determination of Nonmetals, 2nd ed. Vol. 8, p. 304 (1978). Carpenter, J.F. “A New Field Method for Determining the Levels of Iron Cntamination in Oilfield Completion Brine”, SPE International Symposium (2004).

Neste método o peróxido de hidrogênio oxida o ferro ferroso em meio acidificado. Os íons férricos resultantes reagem com o tiocianato de amônia para formar o tiocianato férrico, um complexo colorido vermelho-alaranjado com intensidade de cor em proporção direta com a concentração de ferro na amostra. Os resultados de testes são expressos em mg/l de ferro total. Para conversão dos resultados para mg/kg basta dividir o resultado em mg/l pela densidade da amostra, normalmente expressa em kg/l.

 

O Ferro é encontrado na natureza na forma de seus óxidos ou combinado com silício ou enxofre. O teor de ferro solúvel em águas superficiais raramente ultrapassa 1 mg/l, enquanto águas subterrâneas contêm teores maiores devido ao contato direto com substratos. Concentrações de ferro em água potável superiores a 1mg/l conferem sabor desagradável ao paladar e provocam manchas em roupas durante o enxágue e em superfícies de porcelana por contato prolongado. A concentração de ferro interfere na turbidez e na cor da água. Altas concentrações em águas superficiais podem indicar a contaminação por efluentes industriais ou efluentes de mineradoras. Em sistemas que utilizam encanamentos de ferro, uma alta concentração desse elemento pode indicar corrosão.