Kits Visuais

KITREFILTIPORANGEANÁLISEMÉTODO
K-9400R-9400CHEMets0-3 ppmComparação VisualMethylene Blue

Kits Fotométricos

KITTIPORANGEANÁLISEMÉTODO
I-2017Fotômetro SAM Chemetrics0 – 2.50 ppmFotométricaMethylene Blue
R-9423Vacu-vials0-2.50ppmFotométricaMethylene Blue

Detergentes (surfactantes aniônicos, MBAS)

Método: Methylene Blue

Referências: USEPA Methods for Chemical Analysis of Water and Wastes, Method 425.1 (1983). APHA Standard Methods, 21st ed., Method 5540 C (2005). ASTM D 2330-02, MBAS Methylene Blue Active Substances.

O método da extração do azul de metileno é empregado, em um procedimento de 3 minutos de duração, para a determinação de surfactantes aniônicos. O procedimento possui uma técnica impar de extração/amostragem que elimina várias etapas exigidas nos procedimentos tradicionais de ensaio, propiciando um aumento da sensibilidade do teste. Detergentes aniônicos reagem com o azul de metileno para formar um complexo azul que é extraído dentro de um solvente orgânico não miscível. A intensidade da cor azul gerada relaciona-se com a concentração de “substâncias ativas ao azul de metileno” presentes na amostra inicial. Detergentes aniônicos são uma das mais proeminentes substâncias ativas ao azul de metileno. Resultados de teste são expressos em ppm (mg/l) de LAS (alquilbenzeno sulfonato linear) de peso equivalente 325.

Prazo de validade: Oito meses. Recomendamos armazenagem de kits que serão utilizadas no prazo de sete meses.

 

Detergentes podem ser despejados em mananciais por indústrias, fábricas de sabão e detergentes e esgotos domésticos. Analistas ambientais frequentemente incluem a determinação de detergentes aniônicos como um parâmetro básico na avaliação da poluição em águas superficiais.